"...Liberdade, essa palavra
que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique
e ninguém que não entenda..."

Cecília Meireles

terça-feira, 30 de novembro de 2010

NATAL (POESIA)



Será que o Natal é só comprar?
É ter a obrigação de seguir a tradição?
Iluminar a casa com luzes coloridas?
E com nada mais se preocupar?

Será que é só cantar a mesma canção?
Andar pela cidade para ver luzes piscar?
E depois, comer até se fartar?
Abraçar apenas quem nos deu a mão?

Em que caixa escondemos a Compaixão?
Em que árvore penduramos o nosso Coração?


Vamos nos libertar de tanta imposição.
Vamos fazer um Natal com o coração.
Abrindo a caixa da Compaixão.
Soltando os laços da Emoção.
Desprendendo as fitas dos braços.
Vamos distribuir risos e abraços.
Vamos dividir melhor nosso pão.
Iluminemos a noite de Natal
Com nosso olhar de Gratidão.


Faça alguém feliz. Adote uma cartinha no correio e vire Papai Noel.
Regina Gois

3 comentários:

  1. Amor e caridade é o princípio de tudo!!

    ResponderExcluir
  2. Lindo,Regina! O natal está cada vez mais comercial.
    O verdadeiro motivo fica esquecido, que é o grande amor de Deus por nós demonstrado ao enviar Jesus para ser um de nós e morrer na cruz em nosso lugar. A vinda do Salvador fica esquecida. É preciso resgatar a comemoração em família,lembrando de quem precisa de amor, de Cristo.

    ResponderExcluir