"...Liberdade, essa palavra
que o sonho humano alimenta
que não há ninguém que explique
e ninguém que não entenda..."

Cecília Meireles

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

ADOLESCÊNCIA (poesia)



ADOLESCÊNCIA
Sorridente você nasceu.
Chamava-me apenas com o olhar.
Beijava-me calmamente ao se deitar.
Eu sempre corria para te acalentar.

Silenciosamente você cresceu.
De repente não quer mais conversar.
Não sei onde você se perdeu...
Não me deixa mais te abraçar.

Enquanto você diz coisas sem pensar,
Eu serenamente me ponho a rezar,
Para entender o que te aconteceu,
E para você voltar a me amar.

Regina Gois

2 comentários:

  1. Regina, o seu poema me tocou bem fundo, sei do que fala...
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Aii adoro essa ... E agora vc tem a mim ...
    Para te amar e conversar ... Beijos.

    ResponderExcluir